Calendário

Agosto 2019
Se Te Qu Qu Se Sa Do
  1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

Regadio é oportunidade para produzir mais cereais

12.03.13 | Notícias

A Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território afirmou que o regadio, nomeadamente o Alqueva, pode ser uma oportunidade para produzir mais cereais, como a cevada, mas avisou que é preciso «estabilidade nas relações comerciais» para criar interesse nos agricultores.

Assunção Cristas respondia assim ao repto lançado pelo presidente da Associação Portuguesa de Produtores de Cerveja (APCV), António Pires de Lima, que apelou ao aumento da produção de cevada nacional para incorporação na indústria da cerveja.

A Ministra assinalou que esta indústria oferece «potencial de crescimento para a agricultura e de incorporação de valor nacional», mas sublinhou que «há produtos que concorrem com a cevada e possivelmente os agricultores ganham mais com eles».

«Se houver relações estáveis plurianuais, com preços que permitam dar garantias aos produtores, haverá mais interessados», afirmou Assunção Cristas.

A Ministra da Agricultura considerou que apesar de Portugal ser «extraordinariamente deficitário nos cereais» devido às dificuldades em obter produções competitivas, é possível «fazer melhor» se for introduzida «a lógica do regadio».

Apontando o Alqueva como «um projeto emblemático», Assunção Cristas salientou que «aqui há oportunidade, para o milho e para outros cereais, se houver estabilidade nas suas relações comerciais».

A Ministra adiantou ainda que já estão 60 mil hectares infra estruturados e 60% já estão a ser regados, acrescentando que a EDIA será a primeira entidade com gestão delegada da bolsa de terras «para ir ao encontro dos agricultores» e de quem procura terra disponível para arrendar, vender ou estabelecer parcerias.